02. 03.
Keine Ahnung was ich hier mache, trotzdem bin ich hier...

sexta-feira, 3 de abril de 2009

A América É Um Blefe

A venda da cultura americana, ou melhor, a doação da cultura pobre americana fazia-nos pensar que tudo aquilo era real, que tudo aquilo duraria para sempre. Vocês, pobres americanos, da cultura explorada, o que fazem, que nós, aqui fora, não fazemos?

Talvez a perfeita união já não seja mais possível quando se está na pobreza. Quem diria que nós veríamos a “grande potência” a cair de joelhos perante o mundo devido ao próprio regime de tortura pelo financeiro e agora, como uma medida de desespero, tenta recuperar as relações internacionais, por anos deixadas de lado, pois pensavam que tudo era para sempre, mas sabemos bem que “o para sempre, sempre acaba

Agora, a família americana já não é mais tão branca assim, graças à invasão dos “vermes do sul”, assim chamados os latinos que chegaram em busca da liberdade e se deparam com a “anti-humanidade” dos “ex-ingleses”.

A grande casa da família está hipotecada porque eles não têm dinheiro para manter o “carrão” estacionado à porta. As crianças não vão mais à Disney, porque o castelo da princesa era de areia e voltou pro chão, que era o teu lugar.

O belo modelo da vida americana já não é mais tão belo assim, Las Vegas agora apaga suas luzes para economizar energia, Nova York protege seu céu num constante medo que faz a população tornarem-se toupeiras e viverem vidas subterrâneas. A Estátua da Liberdade agora só representa o distante podium, no qual eles nunca chegaram, pois eles estão enrolando-se nas próprias correntes como escravos disfarçados de assalariados.

América, pobre América, se tua força foi essa,
Tudo não passou dum blefe.

Seguir este Blog | Indicar este Blog | Sugestões | Sobre Quem vos fala

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO