02. 03.
Keine Ahnung was ich hier mache, trotzdem bin ich hier...

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Negros Racistas


Atualmente nos encontramos em diversas lutas, especialmente países como Brasil, França, Alemanha e EUA, para a integração das raças. Acho importantíssima e indispensável tal ação por motivos óbvios, nunca chegaremos a um crescimento mental se não aprendermos ao menos nos aceitarmos.


Desde o início dessa conscientização, várias etnias já foram integradas à luta pela sua aceitação. Índios, latinos, orientais, árabes, europeus da Europa Oriental, mas destaco a raça, a qual mais me intriga, os negros. Durantes anos eles foram comparados a animais para trabalhos como cavalos e camelos e ficavam abaixo de bichos d’estimação como cachorros e gatos. Esse feito da sociedade branca ocorreu na história devido a um equívoco da Igreja Católica, que julgou os negros como sendo filhos de Cam.


Cam vem da história bíblica de Noé. Após o Dilúvio, Cam teria deparado-se com Noé embriagado, tendo visto a sua nudez em sua tenda, contando o fato a seus irmãos, ao invés de cobrir o pai (Gênesis 9). Quando recobrou a consciência, Noé amaldiçoou o filho de Cam, Canaã, referindo-se a ele como o "servo dos servos". Gênesis 9:25 e disse: "Maldito seja Canaã; seja servo dos servos a seus irmãos".


Após anos com essa forma de pensamento a Igreja desculpou-se perante à humanidade pelos erros cometidos aos negros. Depois da libertação dos escravos negros no mundo todo, e o regime do Apartheid ter caído n’África do Sul, a sociedade começou a formular meios de integrá-los como seres –humanos iguais aos da raça branca. No início do século XXI ainda é possível observar em boa parte do mundo seqüelas deixadas pelo passado, porém, incrivelmente, a história mudou de lado da forma mais distorcida possível.A criação dum estilo musical próprio, chamado de “Black Music”, a venda de revistas como “Raça”, “Beleza Negra” no Brasil, ou a “Black Beauty” nos EUA, mostra um perfil de exclusão social por parte dos próprios negros, quando na maioria dos países hoje a criação duma revista somente para brancos seria considerado um crime racial. O estupro racial provocado por padrões de beleza impostos, nos quais os negros não se enquadram, e por isso submetem-se a tratamentos prejudiciais à saúde como alisamentos de cabelos com química e até clareamentos de pele. Uma negação a raça.

Quando o assunto é lingüístico a situação é mais filosófica, um negro toma a liberdade de chamar um branco de forma pejorativa, em contrapartida, o ato contrário daria voz de prisão a quem o comete.A aceitação dos negros pelo mundo é de supra importância, entretanto, mais importante que tudo isso é a aceitação dos negros por eles próprios como seres iguais aos outros.

Seguir este Blog | Indicar este Blog | Sugestões | Sobre Quem vos fala

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO